EXPOSIÇÕES: 13/09 e 14/09 – Garanhuns

O KCEP promove a 6ª e 7ª etapas, do VIII Campeonato Pernambucano de Agility
4 de julho de 2014
Nordestão de Rottweiler 2014
3 de agosto de 2014

EXPOSIÇÕES: 13/09 e 14/09 – Garanhuns

13 e 14 de Setembro – Garanhuns (Cidade das Flôres)

Garanhuns está situada no planalto da Borborema, a 842 metros acima do nível do mar. No ponto mais elevado, a altitude chega a 1.030 metros. É o principal município do Agreste Meridional, distante 230 quilômetros do Recife. Ergue-se imponente entre sete colinas. Talvez seja essa a explicação para um clima tão agradável.

Essa localização privilegiada é, sem dúvida, o que lhe dá um charme todo especial. São as sete colinas – Monte Sinai, Triunfo, Columinho, Ipiranga, Antas, Magano e Quilombo – que proporcionam o clima de montanha, onde a temperatura média anual é de 21 graus, variando entre nove graus no inverno, e podendo chegar a 30 no verão. A paisagem, permanentemente verde, e a exuberância das flores espalhadas pelas praças também são as responsáveis pelos carinhosos títulos de “Suíça Pernambucana”, “Cidade das Flores” e “Cidade do Clima Maravilhoso”.
Os canteiros bem cuidados das principais avenidas, bem como das praças, são convites a belas fotografias.Um exemplo é a praça Tavares Correia, onde localiza-se o Relógio de Flores, talvez o mais conhecido cartão-postal da cidade que, há quase 30 anos, informa as horas aos moradores e turistas. No entanto, talvez o tempo seja o que menos importa às pessoas que conhecem Garanhuns, pois a vontade que dá ao visitá-la é de poder desfrutar cada canto sem se preocupar com o passar das horas. Seus parques, como o Euclides Dourado, que ocupa uma área de oito hectares cercados por uma floresta de eucalipto em plena área urbana, ou mesmo o Parque Ruber Van Der Linden, também conhecido por Pau Pombo, deixam os visitantes em contato direto com a natureza.

À noite, um dos mais belos cartões postais do Município é a fonte luminosa da Praça Souto Filho, dotada de belos e floridos canteiros, além de uma arborização bastante acolhedora, um convite para bons momentos de descanso e reflexão.

As atrações de Garanhuns, no entanto, não se resumem aos seus parques e praças. Logo na entrada principal, pela BR – 423 um belo pórtico saúda os visitantes. O Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, na antiga Estação Ferroviária, desde 1979 transformou-se em importante reduto de difusão da cultura e da arte da região. Outro local que não pode deixar de ser visitado é o Mosteiro de São Bento, todo construído em tijolo aparente, ao estilo dos antigos mosteiros beneditinos. Para quem prefere sentir na pele um pouco mais do frio, marca registrada de Garanhuns, a dica é conhecer o Cristo do Magano, de onde se tem uma bela vista panorâmica da cidade.

A religiosidade também é forte em Garanhuns. A cidade abriga o Santuário Mãe Rainha. Trata-se do 21º santuário construído no Brasil, sendo uma réplica fiel do santuário de Schöenstatt, na Alemanha, um local de paz, oração e alegria para visitantes e peregrinos.

Comentários

comments